Portugal tinha em janeiro o 6.º maior défice comercial da UE

Números são do Eurostat. Portugal ficou atrás do Reino Unido, França, Espanha, Grécia e Áustria.

Portugal tinha em janeiro o sexto maior défice comercial da União Europeia (UE), ao registar um défice de 600 milhões de euros nas trocas internacionais de mercadorias, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

O défice comercial de Portugal em janeiro fica abaixo dos mil milhões de euros negativos de janeiro de 2014 e é o resultado de cerca de 4,4 mil milhões de euros de importações (menos 10% do que em janeiro de 2014) e 3,9 mil milhões de euros de exportações (mais 2% do que há um ano atrás).

Comparando os dados de Portugal com os dos outros Estados-membros da UE, Portugal tinha em janeiro o sexto maior défice comercial, depois de Reino Unido (13,4 mil milhões), França (5,8 mil milhões), Espanha (2,4 mil milhões), Grécia (1,3 mil milhões) e Áustria (700 milhões de euros).

Já o total da zona euro registou no primeiro mês deste ano um excedente comercial de 7,9 mil milhões de euros no comércio com o resto do mundo.

Em janeiro, os 19 países que partilham a moeda única exportaram 148,2 mil milhões em mercadorias, semelhante ao valor de janeiro de 2014 (148,8 mil milhões), e importaram 140,3 mil milhões de euros, menos 6% do que em janeiro de 2014 (148,7 mil milhões de euros).

Já o total da União Europeia, registou em janeiro um défice comercial de 10,6 mil milhões de euros, ainda assim abaixo dos 14,3 mil milhões de euros de janeiro do ano passado.

O Eurostat divulgou também hoje o acumulado para o ano de 2014.

Entre janeiro e dezembro do ano passado, as exportações da zona euro para o resto do mundo aumentaram 2% face a 2013 para 1943,5 mil milhões de euros, enquanto as importações ficaram praticamente estáveis em 1750,6 mil milhões de euros.

Assim, a zona euro registou um excedente comercial de 192,9 mil milhões de euros em 2014, acima dos 151,9 mil milhões de euros de 2013.

Quanto aos 28 países da UE, estes registaram, em 2014, um excedente de 22,5 mil milhões de euros, abaixo do excedente de 51,7 mil milhões de euros de 2013.

Em janeiro, foi para os Estados Unidos que a UE mais exportou, com um aumento de 15% das exportações face a janeiro de 2014 para 26 mil milhões de euros. Já a maioria dos bens importados veio da China, de 30,5 mil milhões de euros, mais 17% do que em janeiro do ano passado.

A UE tem um excedente comercial de 7,9 mil milhões de euros com os Estados Unidos, seu principal parceiro comercial, uma vez que exporta mais para aquele país do que importa. Com a China há um défice comercial de 18,6 mil milhões de euros, resultado de mais compras de bens do que vendas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG