"Portugal precisa deles"

"Sem este produto, o País perde a sua identidade, deixa de ter qualificação", justifica José Resende, que considera urgente travar a "fuga" dos quadros qualificados para outros países, algo que acontece atualmente com muitos acabados de sair das universidades.

"É uma necessidade que tem de ser revista. Portugal precisa deles. Sem eles, o País perde a sua cultura económica e empresarial e qualidade em termos de competitividade", afirma o conselheiro do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas. José Resende avisa ainda para outro risco que comporta o abandono dos quadros altamente qualificados: "Além de deixarem Portugal, passam a concorrer com o nosso país."

Exclusivos