Portugal garante aumento de quotas de pesca para 2013

Os amadores portugueses vão poder pescar mais, depois da União Europeia ter chegado a um acordo sobre os Totais Admissíveis de Captura, em 2013, que prevê um aumento global de 2,5 por cento.

Esta madrugada, os ministros da Agricultura e Pescas chegaram a um acordo, ao fim de 15 horas de negociações, que vai permitir um aumento de 20 por cento, na captura do bacalhau.

No final da reunião, a ministra da Agricultura e Pescas, Assunção Cristas destacou o facto de "pelo segundo ano consecutivo Portugal ver a sua cota aumentada".

"Creio que não há memória de isto alguma vez ter acontecido", sublinhou Assunção Cristas, acrescentando que este acordo é "muito positivo".

A ministra destacou ainda que o aumento dos totais admissíveis de captura "acresce aos 6 por cento registados no ano passado".

"Estamos a falar de um aumento de 2,5 por cento, quando a Comissão propunha um corte de 11 por cento", sublinhou a ministra.

Entre as espécies importante para Portugal, a pescada terá a sua cota aumentada em 15 por cento e o carapau em 31 por cento.

Já o Tamboril terá a sua cota reduzida em 25 por cento. Ainda assim, Portugal regista um ganho nas negociações, já que a proposta inicial apresentada pela Comissão Europeia previa um corte de 38 por cento na captura de tamboril.

"São dados relevantes, que mostram também em Portugal temos pescas que respeitam o princípio da sustentabilidade, que respeitam os pareceres científicos que temos. Creio que podemos estar satisfeitos", considerou Assunção Cristas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG