Portugal é 6ª em potência eólica na UE

Portugal ocupa o sexto lugar no ranking europeu e o nono no mundial de potência instalada de energia eólica com 3.535 megawatts (MW), segundo dados hoje divulgados, em Bruxelas, pela Associação Europeia da Energia Eólica.

A Alemanha e a Espanha lideram a potência instalada europeia, com 25.104 e 19.149 MW, sendo o total da União Europeia de 74,767 MW, ainda segundo as estatísticas da Associação Europeia da Energia Eólica (EWEA, na sigla inglesa), relativas a 2009.

A nível mundial, os 3.535 MW de potência cumulativa portuguesa representam 2,2 por cento do total, numa tabela liderada pelos Estados Unidos com 22,3 por cento (35.159 MW), seguidos pela China (25.777 MW, 16,3%).

Em décimo lugar, depois de Portugal, está a Dinamarca, com uma potência cumulativa de 3,465 MW (2,2 por cento).

Note-se que os dez maiores têm 86,5 por cento da potência cumulativa: 136.508 MW.

Em relação à evolução de 2008 para 2009, Portugal aumentou em 673 MW (1,8%) a sua potência, estando no último lugar na tabela dos 10 que mais investiram na produção de energia eólica.

A China foi o país que maior número de novos equipamentos de produção instalou o ano passado, tendo aumentado em 13 mil MW (34,7%) a sua potência em relação a 2008.

"Este ano, a China deve ultrapassar a Alemanha em termos de potência instalada, depois de ter deixado a Espanha para trás em 2009", disse uma responsável da EWEA.

Segundo o Portal das Energias Renováveis, a energia eólica representa hoje 13 por cento do total do consumo energético português e as previsões apontam para que a potência instalada cresça 65 por cento nos próximos quatro anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG