Portugal ajudou Grécia com 1,1 mil milhões de euros

Portugal ainda contribuiu com mais de 1.100 milhões de euros para os empréstimos à Grécia em 2010 e 2011, apesar de vir a pedir ajuda financeira em abril do ano passado e de deixar consequentemente de contribuir para essa ajuda.

De acordo com o Relatório de Acompanhamento da Execução Orçamental da Administração Central em 2011 divulgado hoje pelo Tribunal de Contas, Portugal contribuiu o ano passado com 554,8 milhões de euros para o apoio à Grécia, a que se somam outros 547,5 milhões de euros em 2010.

No total, ainda antes de pedir ajuda financeira e deixar de contribuir com apoios financeiros aos países que pediram ajuda, Portugal contribuiu com 1.102,3 milhões de euros para a Grécia.

O valor registado em 2011 contribuiu para um aumento da despesa com ativos financeiros no ano passado na ordem dos 4,6 mil milhões de euros, atingindo os 6,7 mil milhões de euros, ou 12,1 por cento da despesa total.

Em especial destaque a contribuir para este aumento estiveram os empréstimos a médio e longo prazo a empresas públicas que, em 2011, ascenderam a 5.127,5 milhões de euros, a que se somam outros 600 milhões de euros para o BPN e aumentos de capital em empresas públicas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG