Portas disse a Barroso que Portugal terá "saída limpa"

O vice-primeiro ministro, Paulo Portas, disse hoje ao presidente da Comissão Europeia que Portugal terá "saída limpa" nem que "seja com o apoio de uma linha de crédito".

Paulo Portas almoçou hoje com Durão Barroso em Bruxelas, para debater a conclusão do resgate, tendo considerado que "qualquer das saídas possíveis é uma saída limpa".

"Seja uma saída diretamente para mercados; seja uma saída diretamente para mercados com o apoio de uma linha de crédito", afirmou o vice-primeiro-ministro, isso será sempre "uma saída limpa".

Para Paulo Portas, qualquer das opções que estão agora em cima da mesa representam um "avanço" para o país, que "há cerca de um ano" vivia na incerteza de "ter um resgate, ou dois".

"Faz toda a diferença da situação vexatória em que Portugal se encontrou, em 2011, quando tinha dinheiro para poucos dias de pagamentos e foi bater à porta dos credores, nas circunstâncias em que foi", afirmou Paulo Portas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG