Olli Rehn defende diálogo social no combate à crise

O Comissário Europeu de Assuntos Económicos, Olli Rehn, enalteceu hoje o papel do diálogo social e, especialmente, dos sindicatos, nos esforços de combate à crise económica europeia.

Intervindo em Madrid, num encontro que marca os 40 anos da Confederação Europeia de Sindicatos (CES), o comissário europeu defendeu que a Europa deve fortalecer esse diálogo, procurando medidas para combater a "alarmante curva crescente de perda de emprego".

Recordando que os sindicatos têm um papel crucial neste processo, Rehn apelou a um maior e envolvimento das organizações sindicais no debate europeu e recordou que a Comissão Europeia criou um fórum tripartido para trocar opiniões sobre economia, emprego, desigualdade de rendimentos e outras questões.

"A Comissão Europeia está disposta a empreender e apoiar este diálogo tripartido", disse, defendendo um diálogo "inclusivo" na negociação coletiva.

Rehn considerado que se chegou a um nível "inaceitável" de desemprego juvenil, mas manifestou-se confiante a economia europeia registará este ano um "crescimento gradual" que será "mais profundo" em 2014.

Apesar disso, afirmou que "não há margem para autocomplacência" e deve-se continuar a procurar resolver as "falhas estruturais" que a crise demonstrou existirem.

No âmbito do combate ao desemprego Rehn recordou a necessidade de fortalecer os esforços para reverter a "grave perda de competitividade" que tem contribuído para um "importante" nível de desemprego estrutural.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG