O diamante "perfeito" vai a leilão em Novembro

A Sotheby's leva a leilão a 13 de novembro o célebre diamante 'Pink Star', de 59,6 quilates, pelo qual espera obter um valor recorde, que ultrapasse os 60 milhões de dólares ou 44, 4 milhões de euros.

O diamante 'Pink Star' pesa 11,92 gramas, o que equivale a cinco milhões de dólares por grama ou um milhão por quilate, se a estimativa para o valor de venda da Sotheby's vier a concretizar-se.

O especialista da leiloeira em gemologia, David Bennett, que preside à filial helvética da leiloeira britânica, considera que o diamante é de "um rosa brilhante" e "internamente perfeito", o que significa ter a cor mais intensa num diamante e ser de pureza absoluta.

O diamante é o maior do mundo na sua categoria, e o valor em causa "é muito, muito dinheiro. E ao valor da licitação é necessário acrescentar os portes e outras despesas, o que significa que só poucas pessoas no mundo podem estar interessados por uma pedra" como o 'Pink Star', disse à AFP um especialista do setor, a coberto do anonimato.

O 'Pink Star' tem a classificação mais elevada nos graus cromáticos dos diamantes (fancy vivid pink, categoria 5), tendo sido mostrado hoje numa sessão para a imprensa, organizada em Genebra. O diamante está colocado num anel e não existe nenhum semelhante em "qualquer coleção real ou privada, e nenhum museu possui algo semelhante", afirmou David Bennett.

O diamante exibe um brilho tremendo, "um pouco como um champagne rosé, esfusiante", na definição do responsável da Sotheby's.

Além de Genebra, o diamante vai ser mostrado em Nova Iorque, Londres, Hong Kong e Zurique antes do dia do leilão.

Para o especialista ouvido pela AFP, quem adquirir o 'Pink Star' estará a pensar "vendê-lo dentro de alguns anos, se possível por um valor mais elevado".

Até hoje, o 'Pink Star' foi mostrado, entre outras exposições, naquela que reuniu os sete mais importantes diamantes do mundo no Museu Smithsonian, em Washington, em 2003.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG