Nova convocatória confirma Vítor Bento na liderança

O BES divulgou hoje a nova convocatória da assembleia-geral extraordinária do banco, que confirma Vítor Bento na presidência executiva, em vez de Morais Pires, que constava da anterior convocatória.

A convocatória hoje divulgada, através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), mantém a data da reunião magna de acionistas para 31 de julho, às 10:00, num hotel em Lisboa, sendo proposta aos acionistas a "ratificação das cooptações" de Vítor Bento e João Moreira Rato para membros do Conselho de Administração do BES para terminarem o mandato em curso, o que acontece em 2015.

Os acionistas vão também deliberar sobre a designação Paulo Mota Pinto, deputado social-democrata e ex-juiz do Tribunal Constitucional, como presidente do Conselho de Administração ('chairman') e sobre a criação do novo Conselho Estratégico, bem como a eleição dos seus membros.

A anterior convocatória, divulgada a 20 de junho, referia Amílcar Morais Pires, atual administrador financeiro do BES, para presidente executivo do banco. Isabel Bernardino e Ana Rita Barosa eram apontadas para os cargos de administradoras executivas.

No sábado, o ESFG anunciou que vai propor o economista Vítor Bento (atual presidente da gestora do Multibanco, SIBS) para presidente executivo e João Moreira Rato (atual presidente do IGCP, entidade responsável pela emissão e gestão da dívida pública) para administrador financeiro.

O conselheiro de Estado saiu hoje do Banco de Portugal sem prestar declarações, apenas adiantando que só falará num momento que considerar "útil".

Vítor Bento, presidente da SIBS (sistema que gere o multibanco), abandonou as instalações do Banco de Portugal, na rua do Comércio, 15 minutos antes de o secretário-geral do PS, António José Seguro, ser recebido pelo governador do Banco de Portugal, Carlos Costa.

"Não tenho nada a dizer. Falarei quando tiver alguma coisa de útil para dizer", afirmou aos jornalistas o provável futuro líder do BES.

Pouco depois, chegou ao Banco de Portugal António José Seguro para uma reunião com Carlos Costa - um encontro que se realiza depois de o líder socialista ter solicitado informações detalhadas sobre a situação do sistema bancário português.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG