Medidas para regular agências "nunca saem do papel"

O economista disse hoje à agência Lusa que a União Europeia já anunciou várias vezes que vai avançar com medidas para regular as agências de 'rating', mas até agora "ainda nada saiu do papel".

"Eu já não me comovo muito com as intenções e as palavras e espero que haja realizações porque a União Europeia anda há uns tempos a anunciar várias medidas e a ter posições fortes sobre agências de 'rating' e até agora nada saiu do papel", disse à Lusa o economista a propósito do anúncio feito na segunda-feira do presidente da Comissão Europeia de que Bruxelas vai regular as agências.

Em entrevista à RTP, Durão Barroso disse que está em fase de conclusão a "análise de impacto" das agências e que no outono serão apresentadas propostas legislativas concretas. Em declarações à Lusa, Bagão Félix salientou que a intenção "é a correcta", pois um mercado "não pode estar em roda livre".

Na opinião do economista, tem de haver alguma perspectiva como em qualquer sector de importância na vida das pessoas, sendo nos mercados a regulação e supervisão.

Bagão Félix lembrou que desde a crise com a Lehman Brothers em setembro de 2008 que a União Europeia tem vindo a anunciar medidas relativamente aos paraísos fiscais e ao 'rating'.

"A Europa continua muito profícua em palavras e muito escassa em actos concretos. Tem muitas dificuldades em gerar convergências e consensos no próprio seio da União Europeia e ainda tem outra característica: reage em vez de agir preventivamente e antecipadamente. Espero que as palavras do presidente da Comissão Europeia sejam de algum modo um pronúncio de que isso se vai alterar mas, já se perdeu muito tempo efectivamente", concluiu

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG