Macau adquiriu títulos de dívida portuguesa

A Autoridade Monetária de Macau adquiriu em meados de Janeiro, através de leilão público, títulos de dívida do Governo português, disse o organismo à agência Lusa, sem especificar, porém, o montante envolvido na operação.

"A Autoridade Monetária de Macau adquiriu em meados de Janeiro, através de leilão público, títulos de dívida do Governo português num montante de acordo com os padrões de mercado", refere o organismo num email enviado à Lusa, sem avançar o montante da operação alegando "constrangimentos à divulgação de informação sobre a estratégia de investimento da Reserva Cambial de Macau".

A aquisição daquelas obrigações "teve em conta o empenho demonstrado pelo Governo português na implementação de medidas para a redução do défice orçamental, que contribuiu para a redução do pessimismo instalado e retorno gradual da confiança nos mercados financeiros europeus", justificou o organismo.

O regulamento interno de gestão da Autoridade Monetária de Macau estabelece que os seus investimentos têm que ter a notação mínima de "AA" das agências Standard & Poor's e Moody's, não sendo o caso das obrigações portuguesas.

Mas o organismo explicou que a aquisição de títulos de dívida soberana portuguesa resultou de "estudos prévios" e teve por base "o valor do investimento, riscos inerentes e a situação actual e futura da economia portuguesa, podendo-se concluir que as notações atribuídas a Portugal de "A-" pela Standard & Poor's e de "A1" pela Moody's estão abrangidas no lote de notações de padrão de investimento".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG