Lucros da Águas de Portugal aumentam 73%

Os lucros da 'holding' AdP - Águas de Portugal aumentaram 73 por cento no ano passado, para 79,8 milhões de euros, o melhor resultado desde a sua constituição, anuncia hoje fonte do grupo.

"A AdP fechou o exercício de 2010 com o melhor resultado líquido consolidado obtido desde a sua constituição, cerca de 80 milhões de euros", lê-se no comunicado hoje divulgado.

O grupo adianta que "todos os indicadores de performance" registaram melhorias, realçando o crescimento do volume de negócios em 10 por cento, que atingiu os 724,5 milhões de euros em 2010, e do EBITDA que, ao atingir 270 milhões de euros, cresceu 7,5 por cento relativamente a 2009.

O activo ultrapassou os sete mil milhões de euros, resultando este valor, segundo o grupo, da consolidação dos investimentos da carteira de participações já existente e da constituição de duas novas empresas: as parcerias públicas-públicas Águas da Região de Aveiro e Águas Públicas do Alentejo.

O total do endividamento bancário registou um aumento de 342 milhões de euros em 2010, obtido através de desembolsos do Banco Europeu de Investimentos de financiamentos já contratados em anos anteriores, situando-se em 2,9 mil milhões, acrescenta a AdP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG