Lucro da Galp cresceu 51% no 1º trimestre de 2013

O lucro da Galp cresceu 51% no primeiro trimestre deste ano, face ao mesmo período do ano passado, atingindo os 75 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa adianta que os lucros operacionais ajustados foram de 148 milhões de euros, o que representa mais 49 milhões do que no primeiro trimestre de 2012.

Um resultado que a Galp justifica com uma "melhor performance operacional de todos os segmentos", nomeando em concreto o aumento da produção de petróleo e de gás natural no Brasil, a melhoria da margem de refinação e o aumento das vendas e da margem de comercialização de GNL (gás natural liquefeito) no mercado internacional.

A petrolífera sublinha ainda que o crescimento do resultado foi obtido apesar das "quedas acentuadas nos volumes vendidos de produtos petrolíferos na península Ibérica".

Nos três primeiros meses do ano, a petrolífera registou um aumento da produção 'net entitlement', ou seja, aquela a que a Galp Energia tem de facto direito, de 21%, tendo o Brasil representado 60% desta produção.

Segundo adianta a empresa, o valor médio do "dated Brent" no primeiro trimestre foi de 112,6 dólares por barril, menos 5% que no período homólogo de 2012.

Neste período, explica a Galp, a cotação foi sustentada pelo embargo dos Estados Unidos e da Europa ao petróleo do Irão e pela instabilidade política em vários países produtores de petróleo na África e no Médio Oriente, que reduziu a oferta de petróleo nos mercados.

No período em análise, o investimento na empresa atingiu os 189 milhões de euros, 80% dos quais se destinaram a atividades de exploração e produção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG