LCH Clearnet deixa de aceitar obrigações portuguesas em cabazes de divída

A LCH Clearnet, a maior câmara de compensação da Europa e que serve de intermediário entre investidores, vai deixar de aceitar títulos de dívida portugueses como colateral nos seus cabazes de dívida soberana.

A LCH Clearnet é um intermediário financeiro que garante a conclusão dos negócios entre investidores ao servirem de intermediários e garantirem financeiramente caso uma das partes não cumpra com as suas obrigações, utilizando as chamadas margens (depósitos de garantia) para se protegerem contra perdas.

Hoje, a empresa publicou na sua página oficial uma nota que enviou aos seus investidores informando que a partir de segunda-feira deixará de aceitar as obrigações portuguesas nos seus cestos de dívida soberana, dando mais um sinal dos receios dos mercados quanto à dívida portuguesa.

Assim, os títulos de dívida portugueses deixam de ser aceites para utilizar nestes cestos de dívida como colateral (garantia) em operações de repo, onde um investidor vende um ativo com o compromisso de o recomprar mais tarde (numa data fixada), mediante o pagamento de um juro. Estas operações são utilizadas como financiamento de muito curto prazo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG