Relatório aprovado na especialidade, segue para plenário

O relatório final da comissão parlamentar sobre as Parcerias Público-Privadas (PPP) foi hoje aprovado na especialidade, seguindo agora para votação final global no plenário da Assembleia da República.

O documento foi aprovado com votos a favor de oito deputados do PSD e CDS-PP, sendo que num primeiro momento, na votação do corpo do texto e das conclusões, cinco deputados do PS votaram contra e dois do PCP e um do BE abstiveram-se.

Num outro momento, de votação sobre as recomendações do relatório, aos oito deputados dos partidos à direita que votaram favoravelmente juntaram-se as "negas" de um deputado do BE e dois do PCP e a abstenção dos cinco deputados socialistas da comissão.

O deputado social-democrata Sérgio Azevedo foi o relator do relatório da comissão de inquérito parlamentar às PPP, comissão que demorou mais de um ano.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.