PT vai pagar dividendo de 0,65 euros brutos por ação

A Portugal Telecom (PT) vai pagar um dividendo de 0,65 euros por ação ao seus acionistas este ano, depois de já ter adiantado uma parte em janeiro, no total de 582,7 milhões de euros.

De acordo com um comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), na noite de sexta-feira, a PT refere que "tomando em consideração o montante correspondente ao adiantamento dos lucros do exercício deliberado em dezembro de 2011 e pago em janeiro de 2012, propõe-se que o valor total a distribuir aos acionistas seja fixado em 582.733.125 euros, correspondendo a um valor unitário de 0,65 euros por ação".

Esta proposta consta do ponto 3 da ordem de trabalhos da assembleia geral de acionistas da operadora de telecomunicações, agendada para 27 de abril.

Em janeiro, a PT já tinha efetuado parte do pagamento do dividendo, ou seja, 0,215 euros do valor total.

Assim, e tendo em conta o resultado líquido do exercício, de 342 milhões de euros, e o valor de 184,7 milhões de euros "já pago a título de antecipação de lucros do exercício de 2011", acrescido de 232,5 milhões de euros constantes da rubrica de resultados transitados, a empresa propõe que seja pago aos acionistas, além do montante correspondente ao adiantamento dos lucros do exercício deliberado em dezembro de 2011, um total de 389,9 milhões de euros, correspondente a 0,435 euros por ação, relativamente ao número total de ações emitidas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.