Otimizar as infraestruturas

Na perspectiva do porto de Lisboa, Álvaro Fonseca diz ser fundamental "otimizar e potenciar a infraestrutura existente (...) através da aquisição de mais equipamentos e criando melhores condições ao nível do cais".

Para o diretor comercial da Liscont, o terminal de Alcântara "tem restrições ao nível operacional, fruto do excesso de capacidade e de alguma desatualização da infraestruturas".

Para colmatar estas "falhas", diz ser crítico criar "condições ao investimento que potenciassem mais armadores, melhor nível de serviço e, obviamente, mais qualidade às exportações e importações de Portugal".

Ler mais

Exclusivos