Lucros da Prisa caíram 67,7% no primeiro trimestre

O grupo de comunicação espanhol Prisa, que controla a Media Capital (dona da TVI), obteve lucros líquidos de 11,47 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, o que representa uma redução de 67,7 por cento face ao mesmo período de 2010.

Em comunicado, a Prisa explica que os resultados foram afectados pela saída da televisão Cuatro das contas do grupo bem como por efeitos extraordinários tanto nas receitas como nos gastos, em 2010 e até Março deste ano.

As receitas de exploração caíram 9,6 por cento para 690,93 milhões de euros, tendo o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) descido 30 por cento para 100,43 milhões de euros.

Caso os efeitos não recorrentes sejam excluídos, destaca a empresa, as receitas e o EBITDA teriam crescido, respectivamente, 3,2 e 2,4 por cento.

Juan Luis Cebrián refere, no comunicado, que o resultado "reflecte o excelente comportamento das empresas do grupo na América Latina, tanto no sector da rádio como em educação".

Destaca ainda "o sólido crescimento do El Pais e do número de clientes da Digital Plus".

No sentido negativo, Cebrián, considera que "a ainda débil situação económica que atravessa Espanha e Portugal tem um impacto desfavorável no gasto publicitário".

Ler mais

Exclusivos