Fisco apanha 94 mil empresas com erros nas faturas

Irregularidades e divergências detetadas pela Autoridade Tributária quase duplicaram nos primeiros três meses do ano. A razão é que há mais contribuintes a pedir fatura nas compras.

Só nos primeiros três meses deste ano, o fisco detetou irregularidades e divergências nas faturas emitidas por 94 mil empresas. É quase o dobro de 2014 - ao todo, no ano passado foram registadas 235 mil irregularidades, uma média de cerca de 59 mil por trimestre.

Em causa estão falhas na comunicação de faturas, pedidos de reembolso de IVA de valor superior ao suportado ou a não declaração integral às Finanças do imposto liquidado. As empresas já foram notificadas das divergências e a maior parte, como tem acontecido, deverá regularizar a situação de forma voluntária.

Leia a história completa na edição impressa ou no e-paper do DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...