Hélder Rosalino só falou no "plano das hipóteses"

O ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Guedes, sustentou hoje que o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, falou numa diminuição retroativa das pensões dos funcionários públicos "no plano das hipóteses".

Na conferência de imprensa sobre as conclusões do Conselho de Ministros, o ministro da Presidência disse ter visto a entrevista de Hélder Rosalino à SIC, na quarta-feira à noite, que hoje suscitou protestos da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública, da Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados e do PS.

"A referência que o senhor secretário de Estado da Assuntos Parlamentares fez foi no plano das hipóteses, quando instado pelo senhor jornalista que o estava a entrevistar, no sentido de quais eram as possibilidades, se era ou não possível o caminho ser por aqui ou ser por ali", afirmou.

Luís Marques Guedes defendeu esta posição depois de sucessivas perguntas da comunicação social sobre a eventual diminuição retroativa das pensões atribuídas aos funcionários públicos, no âmbito do processo de convergência das fórmulas de cálculo de pensões da Caixa Geral de Aposentações e e da Segurança Social.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG