Há uma novidade no pódio dos países com mais multimilionários

Os Estados Unidos e a China mantêm-se firmes no primeiro e segundo lugar, mas pela primeira vez o terceiro país com mais pessoas com mais de mil milhões de dólares é a Índia que destronou a Rússia

A Índia entrou para o pódio dos países com mais multimilionários. Atrás dos Estados Unidos e da China, que juntos juntam quase metade das pessoas com fortunas de mais de mil milhões de dólares, costumava ficar a Rússia.

É o que revela a lista anual de multimilionários a Hurun Global Rich List de 2015. Desde o ano passado, há 222 novos multimilionários no mundo, elevando-o para um total inédito de 2089 pessoas com mais de mil milhões de dólares, segundo uma "fotografia" da riqueza mundial que o Hurun Research Institute tirou dia 17 de janeiro de 2015.

Dessas pessoas, 537 vivem nos Estados Unidos, 430 na China e 97 na Índia, que ultrapassa a Rússia, em parte devido ao enfraquecimento do rublo no final de 2014. O multimilionário russo Vladimir Yevtushenkov, por exemplo, perdeu 8,1 mil milhões de dólares no ano passado - 77% da sua fortuna. O Brasil aparece em oitavo na lista: é a casa de 56 multimilionários.

O homem mais rico do mundo continua a ser Bill Gates, com 85 mil milhões de dólares, seguido de Carlos Slim e de Warren Buffett. Mark Zuckerberg, com apenas 30 anos, entrou agora no top 10 das pessoas mais ricas no mundo. Os multimilionários mais novos são Evan Spiegel e Bobby Murphy, de 24 e 26 anos respetivamente, que fundaram a aplicação Snapchat.

A Hurun Global Rich List inovou ainda este ano com a criação de uma forma de medir o nível em que as pessoas tinham criado a própria riqueza, ou seja, o nível em que são self-made, na expressão inglesa. 60% dos multimilionários são self-made, o que significa que criaram a própria riqueza sem ajuda dos pais, ou que tiveram apenas uma pequena ajuda dos pais que podem, por exemplo, ter pago a sua educação privada, como é o caso de Mark Zuckerberg.

A lista também inclui a minoria dos multimilionários que herdaram um pequeno negócio dos pais e o fizeram crescer. Finalmente, 12% das pessoas na lista herdaram a sua riqueza, das quais 5% nem sequer estão ativamente envolvidas no negócio.

A Hurun Global Rich List é desenvolvida anualmente pelo Hurun Research Institute, fundado pelo inglês Ruper Hoogewerf.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG