Greve dos controladores aéreos em França atrasa e anula voos

Principal sindicato de controladores aéreos franceses convocou paralisação de dois dias para exigir a abertura imediata de negociações sobre a organização do trabalho.

O primeiro de dois dias da greve convocada pelos sindicatos de controladores aéreos de França provocou hoje ligeiros atrasos e a anulação de voos programados pelas autoridades aeroportuárias.

Nos principais aeroportos do país, os parisienses de Roissy-Charles de Gaulle e Orly, durante as primeiras horas da manhã registaram-se ligeiros atrasos, além das anulações anunciadas na véspera pela Direção Geral da Aviação Civil (DGAC).

Este organismo havia pedido às companhias aéreas a suspensão de 40 por cento dos voos previstos, devido à paralisação dos controladores, noticia a agência espanhola Efe.

Esta medida evitou a formação de longas filas no aeroporto do país, uma vez que os passageiros foram alertados com antecipação da anulação dos voos.

A DGAC prevê comunicar ao fim do dia a previsão de voos anulados para o segundo dia de greve.

O principal sindicato de controladores do país convocou a paralisação de dois dias para exigir a abertura imediata de negociações sobre a organização do trabalho destes profissionais.

O secretário de Estado de Transportes, Alain Vidiales, lamentou a greve num momento em que, disse, se está a começar a negociar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG