Governo propõe 1,5 salários a funcionários públicos

O Governo vai propor aos funcionários públicos com menos de 50 anos rescindirem contrato com uma indemnização de 1,5 meses de remuneração base e suplementos salariais de carácter permanente, de acordo com o "Diário Económico".

Esta é uma das medidas de reforma do Estado que foi aprovada em Conselho de Ministros ontem e que será apresentada hoje por Pedro Passos Coelho, às 20.00.

De acordo com o "Diário Económico", existirão três escalões de negociação no processo de rescisões amigáveis: para funcionários até 50 anos, para trabalhadores entre 50 e 54 anos (a quem será oferecido 1,25 meses de remuneração base e suplementos permanentes por cada ano de trabalho) e para tem entre 55 e 59 anos (que recebe uma proposta de um mês de remuneração base e suplementos salariais também por ano de serviço).

Este processo de rescisões deverá atingir um mínimo de 20 mil trabalhadores do Estado e deverá ter efeitos a partir de 1 de janeiro de 2014. Abrangerá assistentes técnicos, assistentes operacionais e outras carreiras equivalentes, de acordo com a mesma fonte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG