Governo fará esforço para que investimento se concretize

O primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo espera e fará um esforço, na medida do seu alcance, para que o investimento da Nissan numa fábrica de baterias para carros eléctricos em Portugal ainda se venha a concretizar.

"Eu espero sinceramente que ele se possa vir a concretizar e se o Governo puder de alguma maneira ajudar a convencer a empresa a antecipar as suas decisões de investimento com certeza que, se for legítimo e se for num plano meramente competitivo, se estiver ao alcance do Governo, o Governo se esforçará para que esse investimento possa vir para Portugal", afirmou Passos Coelho.

Em declarações aos jornalistas, em Palmela, no final da cerimónia de comemoração do 20.º aniversário da Volkswagen Autoeuropa, Passos Coelho frisou que a Nissan não decidiu "cancelar" nem "deslocar" o investimento que tencionava fazer em Portugal, mas sim "adiar esse investimento".

O primeiro-ministro rejeitou que a política fiscal ou qualquer acção do Governo PSD/CDS-PP tenha contribuído para essa decisão da Nissan: "O que se passa, e essa foi a informação que obtivemos da empresa, é que as perspectivas globais menos atractivas que se estão a registar nesta altura levaram a empresa a adiar esse investimento".

"Confrontámos a própria empresa com essa decisão e com essa intenção, procurámos saber se haveria alguma matéria que pudesse ser complementada, resolvida, esclarecida da parte do Governo que ajudasse a Nissan a mudar de opinião e a concretizar já essa intenção de investimento. E a resposta que obtivemos foi negativa, foi que isso não tinha que ver com as condições específicas de Portugal, mas com o mercado global", adiantou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG