Futurália arranca virada para o empreendedorismo jovem

O empreendedorismo jovem vai marcar a edição deste ano da Futurália, a feira de ofertas educativas e formativas para estudantes que arranca hoje, e se prolonga até sábado, na Feira Internacional de Lisboa (FIL).

No entanto, para quem tenha até 35 anos, e procure trabalho, também há ofertas de emprego vindas da Alemanha.

"Vamos contar com a agência de emprego alemã [a instituição homóloga do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)], que vem receber candidaturas, recrutando jovens entre os 18 e os 35 anos, para um emprego no estrangeiro, ou emprego e formação, na perspetiva da formação dual", disse à Lusa Alzira Ferreira, a gestora da Futurália, que este ano, entre 13 e 16 de março, tem a sua 6ª edição.

Sublinhando que a Futurália "não é uma feira de emprego", Alzira Ferreira revelou no entanto que a agência alemã se junta ao próprio IEFP, presente nesta edição para apresentar "ferramentas e apoios aos jovens desempregados, licenciados e não licenciados", e a uma outra agência de recrutamento, que já tinha marcado presença na edição de 2012.

Do ponto de vista dos mais jovens, sobretudo daqueles que estão agora a concluir o seu percurso no ensino secundário, o evento vai centrar-se no empreendedorismo, reforçando aquela que já foi uma aposta em 2012.

Depois de na sua última edição a Futurália ter contado com a apresentação de cerca de 50 projetos inovadores com origem nas escolas secundárias, dos quais resultou inclusive um registo de patente, para 2013 a organização da feira tem 10 escolas secundárias e instituições do ensino superior inscritas para apresentar as suas inovações, sendo que cada escola ou universidade pode apresentar mais do que um projeto.

A Futurália pretende ainda impulsionar o empreendedorismo jovem promovendo o contacto entre os alunos e os jovens empresários empreendedores, à frente de 'startups' de sucesso e reconhecidas internacionalmente em áreas como a criação de software, a indústria farmacêutica e tecnologia.

No total, vão estar presentes cerca de 400 entidades, um número muito semelhante ao registado em 2012. Até sexta-feira passada, só em visitas de estudo programadas, a Futurália tinha já inscritos 18 mil alunos participantes, um número próximo dos 21 mil que visitaram o certame na edição anterior.

De quarta-feira a sábado, entre estudantes e público em geral, a organização da Futurália espera receber pelo menos os mesmos 53 mil visitantes que estiveram no evento em 2012.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG