"Fundamental do ajustamento terá sido completado no final de 2014"

O ministro das Finanças afirmou hoje que as projeções do Governo sugerem que "o fundamental do ajustamento terá sido completado no final de 2014", mantendo as metas do défice neste e no próximo ano sem necessidade de mais medidas.

"Quanto à trajetória de 2014 para 2015, a única observação que temos é uma correção de 0,4 pontos percentuais do PIB no défice estrutural, o que sugere que o fundamental do ajustamento terá sido completado no final de 2014. As questões nesse momento serão mais de composição", afirmou Vítor Gaspar.

O governante, que explicava os resultados da sexta avaliação ao programa de assistência português pela 'troika', manteve novamente as metas do défice para este ano e para o próximo, nos 5% e nos 4,5%, lembrando no entanto que o exercício da execução orçamental deste ano é complexo.

"Relativamente ao Orçamento do Estado para 2012 é bem conhecido que a execução orçamental de 2012 foi e continua a ser um exercício difícil, que exige um esforço de controlo orçamental muito considerável. De acordo com as conclusões deste exame regular, este limite de 5% será cumprido e não está contemplado qualquer recurso a medidas adicionais", afirmou o governante.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG