FMI propõe fundo comum europeu contra o desemprego

O Fundo Monetário Internacional recomendou à Zona Euro a criação de um fundo comum contra o desemprego. No mesmo documento, a organização liderada por Christine Lagarde aconselha que os países europeus cedam parte da sua soberania a uma autoridade central única.

O documento divulgado hoje pelo FMI, intitulado "Toward a Fiscal Union for de Euro Area (A Caminho de uma União Fiscal para a Zona Euro), fala também num aumento da partilha dos riscos entre os países europeus.

"Todos os países da zona euro iriam beneficiar com mecanismos de segurança fiscal transnacionais. Existem várias opções possíveis, incluindo a criação de um fundo europeu para dias maus, um esquema comum de segurança contra o desemprego ou um orçamento para a zona euro. Em todo o caso, um risco fiscal mínimo partilhado é um pré-requisito para cumprir a disciplina de mercado", refere o FMI no seu site.

O Fundo Monetário Internacional diz ainda que "o modelo das políticas fiscais tem melhorado". "No entanto, à medida que se avança, restabelecer a disciplina fiscal e ressuscitar a disciplina dos mercados poderá requerer um envolvimento mais forte do centro nas decisões fiscais a nível nacional e a clarificação das regras de resgate".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG