Exportações de eletricidade aumentam 145% em 2010

As exportações de electricidade aumentaram 145 por cento no ano passado, face ao anterior, enquanto as importações diminuíram 22,5 por cento, segundo a "Factura Energética 2010" divulgada hoje pela Direcção Geral de Energia e Geologia.

Em quantidade, as exportações aumentaram de 701 para 1.717 gigawatts-hora (GWh) e as importações diminuíram de 5.614 para 4350 GWh, um resultado que aquele direcção considera "reflectir" os resultados da política energética seguida, designadamente a aposta em recursos renováveis endógenos que têm vindo a substituir os recursos fósseis importados.

"Acresce à política seguida o facto de o ano de 2010 ter sido muito abundante em termos de recursos hídrico e eólico, o que potenciou ainda mais a produção renovável na electricidade", acrescenta em nota hoje divulgada.

Também as quantidades de produtos refinados exportados aumentaram 28,5 por cento, com destaque para as exportações de gasolinas (mais 7,8 por cento), fuelóleo (mais 18,5 por cento) e 'jets' (mais 151 por cento).

O saldo importador de produtos energéticos foi de 5,561 milhões de euros, mais 13,8 por cento do que em 2009, contribuindo para este aumento a desvalorização do euro face ao dólar e o aumento dos preços de importação dos produtos energéticos nos mercados internacionais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG