Euribor baixa a 6 meses, sobe a 9 e mantém-se a 3 e 12

A taxa Euribor desceu a seis meses, subiu a nove e manteve-se inalterada a três e 12 meses face aos valores fixados na quinta-feira.

A taxa Euribor a seis meses, a mais usada nos créditos à habitação, desceu para 0,319%, menos 0,001 pontos percentuais que a fixada na quinta-feira.

A taxa a nove meses subiu 0,415%, mais 0,001 pontos percentuais que os valores de quinta-feira.

Nos prazos de três e 12 meses, as taxas amntiveram-se inalteradas em 0,209% e 0,504%, respetivamente.

O BCE manteve na reunião mensal do conselho de governadores de 6 de junho a taxa de juro diretora no mínimo histórico de 0,50%.

Os analistas tinham antecipado esta manutenção do preço do dinheiro nos 0,50%, apesar da fragilidade do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro, que caiu 0,2% no primeiro trimestre deste ano face ao período anterior.

O BCE desceu a 02 de maio a taxa de referência em um quarto de ponto percentual para um novo mínimo de sempre: 0,50%.

A anterior alteração da taxa de referência do BCE tinha ocorrido a 05 de julho de 2012, quando esta desceu 0,25 pontos percentuais, para o então nível mais baixo de sempre, 0,75%.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de bancos está disposto a emprestar dinheiro a outros no mercado interbancário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG