Eletricidade aumenta 2% em potências superiores a 10,35kVA

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) decidiu aumentar em dois por cento as tarifas de eletricidade para consumidores com potências contratadas iguais ou superiores a 10,35 kVA para os quais a tarifa regulada acaba a 1 de julho.

"Da apreciação das condições do mercado de energia elétrica, atualizam-se os preços de energia elétrica considerados nas tarifas de venda a clientes finais em baixa tensão normal para potências contratadas superiores ou iguais a 10,35 kVA, através de uma variação tarifária de dois por cento", anunciou hoje o regulador do mercado.

Os consumidores com potências contratadas superiores ou iguais a 10,35 kVA, fundamentalmente empresas, mas também famílias com consumos mais elevados, deixam a 01 de julho as tarifas reguladas, passando a ser aplicadas tarifas transitórias, no âmbito da liberalização do mercado de eletricidade.

A decisão de acabar com as tarifas reguladas, decorrente do acordo assinado com a 'troika', está inserida numa política de liberalização do mercado da energia e que coloca fim ao 'monopólio' da EDP e da Galp como únicas empresas a que se possa recorrer em matéria de fornecimento de eletricidade e de gás.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG