"É preciso dizer qual é a verdadeira situação do país"

O presidente do conselho de administração da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, defendeu hoje que é preciso dizer aos portugueses qual é a verdadeira situação do país.

Soares dos Santos falava aos jornalistas, em Lisboa, à margem do congresso Exit Talks - Conversas sobre exportação, que decorre a 15 e 16 de abril em Aveiro.

Questionado pelos jornalistas sobre a situação de Portugal, Alexandre Soares dos Santos afirmou: "É preciso dizer aos portugueses qual é a verdadeira situação do país".

O gestor recomendou que é preciso que todas as partes - Presidente da República, Governo, oposição, sindicatos - se sentem à mesa para traçar um rumo para Portugal.

"O país não pertence apenas ao Governo, pertence a todos os nós".

Quando questionado sobre o que é necessário fazer para resolver a situação, Alexandre Soares dos Santos foi perentório: "É preciso darmos as mãos, o que falta é entendermo-nos".

Considerou ainda que o "Governo podia comunicar melhor".

Alexandre Soares dos Santos participou na apresentação da conferência Exit Talks na qualidade de presidente do conselho geral da Universidade Aveiro, uma das entidades promotoras do evento, e também palco do congresso, a par da AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

Este congresso, que visa alargar o debate em torno da exportação, conta com o patrocínio de três entidades privadas: BPI, Centralcer e Jerónimo Martins.

"Faço um apelo à iniciativa privada para que ajude" ao evento, uma vez que é "aquela que mais vai recolher vantagens neste congresso", disse Alexandre Soares dos Santos durante a apresentação do congresso, considerando que o setor privado tem de ser mais ativo.

Isto porque é necessário mais "espírito de equipa, sozinhos não vamos a parte nenhuma, em conjunto vamos a todo o lado".

Na sua intervenção, o presidente da AICEP, Pedro Reis, apontou a internacionalização como uma aposta, e mesmo que esta não seja uma panaceia, é o "caminho para o crescimento".

Neste congresso estarão presentes por videoconferência 18 responsáveis dos centros de negócios da AICEP, 15 dos mercados extracomunitários e os restantes três da Europa - França, Espanha e Alemanha.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG