Via do Infante rendeu 28,2 milhões de euros em 2014

Portagens na Via do Infante renderam 28,2 milhões de euros de receita em 2014, o que representou uma subida de 4,5 milhões.

A Estradas de Portugal anunciou hoje que as portagens na Via do Infante (A22), que atravessa o Algarve, renderam 28,2 milhões de euros de receita em 2014, o que representou uma subida de 4,5 milhões relativamente ao ano anterior.

O valor cobrado pela empresa permitiu, segundo a Estradas de Portugal, reduzir em 47 por cento o valor suportado pelos contribuintes antes da introdução de portagens, quando a via ainda era uma autoestrada Sem Custos para o Utilizador (SCUT).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG