Salário mínimo de 500E custa mais 0,07% a empresas

Parceiros sociais começaram ontem a discutir atualização do salário mínimo. Governo quer modelo plurianual e que o aumento fique indexado à produtividade

O aumento do salário mínimo (SMN) para os 500 euros ainda em2014 implicará uma subida entre 0,07% e 0,08% na estrutura doscustos salariais das empresas. Este valor consta do relatório que oMinistério do Emprego ontem entregou aos parceiros sociais, duranteuma reunião em que o ministro Mota Soares defendeu um modelo deatualização do SMN plurianual e indexado à produtividade. Mas semse comprometer com datas para entrada em vigor ou valores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG