Salário desce em janeiro para 140 mil funcionários

A subida das contribuições para a Caixa Geral de Aposentações de 11% para 11,2% vai trazer um corte do rendimento líquido mensal aos cerca de 140 mil funcionários públicos e trabalhadores de empresas públicas que ganham menos de 675 euros por mês.

Como estão isentos de corte, também ficarão de fora do plano de reversão da redução salarial que está previsto iniciar-se em 2015.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG