RTP diz que Nuno Santos autorizou o visionamento

A RTP diz que Nuno Santos, ex-diretor de informação do canal, autorizou à PSP o visionamento das imagens da carga policial nas instalações da RTP.

Esta é uma das conclusões do inquérito realizado pela administração ao caso a que o Dinheiro Vivo teve acesso.

No documento que foi distribuído internamente e que hoje deverá ser entregue à Entidade Reguladora para a Comunicação Social, concluisse que no passado dia 14 " a PSP solicitou, junto da RTP (Subdireção de Produção de Informação) a escolha e cedência das imagens dos incidentes do dia da greve, recolhidas pela RTP, bem como o seu visionamento nas respectivas instalações", e que "o então Diretor de Informação [Nuno Santos] autorizou que a PSP visionasse as imagens na RTP no dia seguinte num sítio discreto que não no Arquivo".

"No dia 15 de novembro na RTP, a PSP visionou imagens dos incidentes através de um computador, com a aplicação Q-View e, através de Laptop, cassetes contendo as imagens captadas pelos operadores repórteres da RTP. Apesar de grande parte das imagens visionadas coincidirem com as imagens que foram efetivamente emitidas pela RTP (ex: diretos) foram também visionadas imagens que nunca foram transmitidas pela RTP, não tendo sido como tal seguidos os procedimentos habituais na empresa", frisa o documento.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG