Restauração contra "novas taxas de índole turística"

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) manifestou-se hoje contra a criação de novas taxas de alojamento "de índole turística", previstas no Edital da Câmara de Aveiro publicado em Diário da República.

"Não concordamos com a criação de qualquer outra taxa (ou imposto) municipal, regional ou nacional, que afete a sustentabilidade, e a competitividade das empresas", sublinhou em comunicado, lembrando que a Câmara de Lisboa teve em conta estes argumentos quando pretendeu criar tal taxa.

A AHRESP manifesta o seu "veemente repúdio" à proposta, e lembra a "manifesta incapacidade económica das depauperadas empresas que lutam para manter postos de trabalho".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG