Reforço do fundo de resgate é medida "muito significativa"

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, definiu hoje a decisão de reforçar os fundos de resgate europeus anticrise para um valor total de 800 mil milhões de euros como "muito significativa" para estancar a crise da dívida.

A medida, declarou o comissário em Copenhaga, representa o reforço da governação económica e garante "instrumentos mais fortes para assegurar a estabilidade económica na Europa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG