"Portugal não precisará de 2.º resgate nem de cautelar"

Portugal não precisará de um segundo resgate nem, "se as coisas correrem bem", de um programa cautelar, afirmou o presidente executivo do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, que mostrou prudência sobre a recuperação económica do país.

"Segundo resgate não acredito que haja. Programa cautelar, eu acho que também, se as coisas correrem bem, não vai ser necessário", afirmou António Vieira Monteiro à agência Lusa em Londres, onde o Santander Totta recebeu, na quinta-feira à noite, o prémio da revista The Banker de melhor banco em Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG