Paulo Portas: Comparação com a Grécia é um dano de reputação

Paulo Portas defendeu hoje que Portugal está determinado em vencer os obstáculos e como tal uma "comparação à Grécia é um dano de reputação".

Para o ministro dos negócios estrangeiros as comparações ao país helénico são redutoras uma vez que defende que o Governo português conseguiu conter a despesa, efectuar reformas estruturais e cumprir metas. Diz por isso que Portugal deve ser visto como um caso único e com especificidades próprias. Como afirma, "Portugal não quer ser visto como um país que vacila e hesita".

"É o país e não o Governo, são os portugueses e não os ministros que estão a fazer um esforço para superar" as dificuldades.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG