"Não devemos esfolar um coelho antes de o caçar"

Apesar do fim do programa de assistência económica e financeira estar a aproximar-se, o Governo português considera que ainda é cedo para decidir sobre a melhor forma de saída.

O primeiro-ministro, Passos Coelho, sublinha que a decisão só será anunciada após a conclusão da 12ª avaliação e que irá ter lugar até 5 de maio.

"Não quero alimentar nenhuma especulação. Por uma razão de natureza formal, não concluimos ainda a 12 avaliação", disse Pedro Passos Coelho, sobre a escolha para o período pós-troika, na conferência do 25º aniversário do "Diário Económico".

"Não devemos esfolar um coelho antes o caçar. E eu que sou coelho de mim falo", afirmou, reforçando que a decisão será comunicada "quando o relatório da ultima avaliação estiver em cima da mesa".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG