Ministro guineense diz que Cavaco foi "infantil"

O ministro de Estado e da Presidência da Guiné-Bissau, Fernando Vaz, revelou, em entrevista à TSF, que o incidente com os refugiados sírios foi politizado por Lisboa, e que a intenção é dar suporte político ao antigo primeiro-ministro guineense, Carlos Gomes Júnior, deposto em 2012.

"Portugal apoiou sempre o ex-PM e não reconhece o atual governo de transição, onde o partido do ex-PM, PAIGC, tem cinco ministros. Portugal continua a insistir em apoiar o ex-PM", afirmou Fernando Vaz à TSF.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG