Milhões retirados nos últimos dias de Ricardo Salgado sem rasto

A auditoria forense não conseguiu identificar para quem foram transferidos milhões de euros através de offshores

A auditoria forense encomendada pelo Banco de Portugal ao Banco Espírito Santo (BES), antes da aplicaçãoda medida de resolução a 3 de agosto, está praticamente concluídae os resultados deverão ser conhecidos ainda este mês. A Deloitte,consultora responsável pela auditoria, não conseguiu identificar osdestinatários finais dos vários milhões de euros que saíram doBES nos últimos dias da gestão de Ricardo Salgado, já após saberque estava de saída mas antes de Vítor Bento ter assumido o lugarde presidente executivo.

Segundo o Dinheiro Vivo apurou o trabalho de terreno de recolha de informação para a auditoria forense já terminou e a equipa responsável irá agora iniciar a elaboração do relatório. Ainda assim, caso haja necessidade, poderão ser ouvidas outras pessoas no âmbito da mesma auditoria.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG