Metas do ajustamento poderão ter prazo mais alargado

A troika aterra em Lisboa no próximo dia 28 de agosto, trazendo na bagagem uma indicação clara por parte dos ministros da Economia e Finanças da Zona Euro (Eurogrupo): "procurar encontrar formas de favorecer o processo de ajustamento em Portugal".

Espanha conseguiu que a meta do défice abaixo dos 3% fosse adiada de 2013 para 2014, mas Portugal poderá merecer um tratamento um pouco diferente.

Especialistas contactados pelo Dinheiro Vivo apontam no sentido de aligeirar o calendário das inúmeras metas do Memorando de Entendimento e, eventualmente, alargar o prazo de assistência para além do final de junho de 2014.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG