"Mantemos compromisso de défice de 2,5% em 2015"

O Governo português quer continuar a cumprir as metas orçamentais definidas com os credores internacionais.

Mesmo após a saída oficial da troika - que vai ter lugar sábado, dia 17 - Pedro Passos Coelho garante que nada vai mudar na política orçamental do seu executivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG