Lucros da Estradas de Portugal recuam 60% em 2013

Os lucros da Estradas de Portugal recuaram 60% no ano passado para 15 milhões de euros, anunciou hoje a empresa estatal que gere a rede rodoviária do país. O EBITDA também registou uma descida ligeira de 6% para 503 milhões de euros.

Segundo explicou o presidente da empresa, António Ramalho, esta redução dos resultados líquidos deve-se ao facto do modelo da Estradas de Portugal ser baseado na construção, ou seja, "quando está a construir troços está a receber juros, mas quando não está a construir tem de pagar juros". Como neste momento estão numa fase em que não estão a construir, os resultados caem de imediato.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.