José Manuel Espírito Santo: "Lamento profundamente tudo o que sucedeu"

"Gostava que as minhas palavras iniciais fossem para os clientes, trabalhadores e acionistas. Embora não remedeiem as perdas, lamento profundamente tudo o que sucedeu."

"Gostava que as minhas palavras iniciais fossem para os clientes, trabalhadores e acionistas. Embora não remedeiem as perdas, lamento profundamente tudo o que sucedeu. Uma coisa são as responsabilidades individuais, que serão apuradas pelas autoridades e eu aceito as minhas", começou por dizer o ex-presidente do Banque Privée Espírito Santo.

"Mas em meu nome e do ramo familiar que represento, deixo as minhas palavras a quem mais sofreu com tudo isto e que merece um pedido de desculpa institucional, embora saiba que as palavras não resolvem os problemas", disse José Manuel Espírito Santo Silva naquele que foi o primeiro pedido de desculpas formal por parte de um membro do GES.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG