IRS pode subir para 3,7 milhões de contribuintes

Há cerca de 3,7 milhões de agregados que não declaram qualquer dependente no seu IRS e que poderão ver a sua fatura com o imposto agravar-se com a introdução de um quociente familiar e a criação de um valor fixo de deduções à coleta.

O anteprojeto da reforma do IRS prevê a substituição do atual quociente conjugal (em que o rendimento coletável é dividido por 2) por um quociente familiar (que tem em conta os dependentes na determinação daquele rendimento). De acordo com as contas apresentadas no documento, esta mudança deverá implicar um aumento médio de 46 euros no imposto a pagar por quem não tem dependentes.Já os agregados com filhos verão o imposto baixar face ao modelo atual.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG