IRS: Empregados no privado pagam mais 2%/mês

Entre 1% e 2% é a redução mensal que os contribuintes do setor privado vão sentir no seu rendimento devido à atualização das tabelas de retenção na fonte de IRS hoje dadas a conhecer.

Já os funcionários públicos, que este ano ficam sem subsídio de férias e de Natal e, como tal, descontam só sobre 12 e não 14 salários, terão uma tabela específica de modo a descontar menos mensalmente.

Na circular emitida pela Autoridade Tributária e Aduaneira pode ler-se que as ditas tabelas específicas visam garantir a aplicação aos rendimentos auferidos pelos trabalhadores do Estado "das taxas de retenção que correspondem ao respetivo rendimento médio mensal".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG