"Portugal precisa de mecanismo de seguro" no pós-troika

O ex-ministro das Finanças, Vítor Gaspar, diz que "Portugal precisa de um mecanismo de seguro e de solidariedade da parte dos parceiros europeus" nesta altura em que em que se prepara para finalizar formalmente o programa de ajustamento.

No Fórum das Políticas Públicas, o ex-governante, que saiu do governo em colisão com Paulo Portas, não exclui qualquer "modalidade" que venha a ser definida para esse seguro, podendo esta assumir a forma de um programa cautelar.

Mas lembrou também que haverá outras formas e que o mais fundamental é Portugal continuar a contar com a solidariedade dos parceiros europeus, como aconteceu nos últimos três anos.

Ler mais

Exclusivos