Miguel Relvas: "Lusa não distribuirá dividendos este ano"

O ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, anunciou hoje, num debate no Parlamento, que "o Governo, enquanto acionista maioritário, determinou que não haverá distribuição de dividendos este ano" por parte da agência Lusa.

"Não faria sentido efetuar essa distribuição depois de ter sido pedido um sacrifício extraordinário aos seus trabalhadores através de cortes salariais", afirmou Miguel Relvas.

Além dos 50,14% do Estado, os maiores acionistas privados da Lusa são a Controlinveste (23,36%) e a Impresa (22,35%). Seguem-se a NP-Notícias de Portugal (2,72%), o Público (1,38%), a RTP (0,03%), O Primeiro de Janeiro (0,01%) e a Empresa do Diário do Minho (0,01%).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...